terça-feira, 9 de maio de 2017



O LOBO TEM FOME

    Claudete Jaudy/2014

Quem é o animal que empunha suas garras

E arranha minha alma.

Não há compaixão

Deixa-me na sarjeta

Enlameada, pedinte do pão

 Eu tenho fome

Ele tem fome voraz

Poder , luxuria, insensatez

No  alto do seu trono

Mandam os leões

Me devorarem

Na arena ouço vozes,

Fraca e sem força

Forço e fico em pé.

Mas uma batalha ganha.

Nenhum comentário:

Postar um comentário